Causas e prevenção: edema de membros inferiores

Causas e prevenção: edema de membros inferiores

O edema ou o inchaço das pernas pode ser consequência de diversos fatores. Quando ocorre igualmente nas duas pernas, a causa mais comum não é problema vascular, mas sim alguma outra alteração clínica: cardíaca, renal, hepática, hormonal, obesidade e até causada por alguns medicamentos, como a Amlodipina.

Qual o mecanismo desse edema?

O sangue para chegar até os pés é bombeado pelo coração, mas para ele retornar a esse órgão necessita do bom funcionamento de diversas estruturas, como uma boa capacidade cardiopulmonar e, principalmente, uma musculatura da panturrilha com capacidade de bombear este sangue das pernas de volta ao coração.

Por isso, o indivíduo que permanece muito tempo sentado com as pernas pendentes, muito comum nos mais idosos, pode apresentar edema e até uma vermelhidão das pernas, sem necessariamente ter uma doença vascular como causa. Com o passar da idade há uma natural diminuição da deambulação e da atividade física, o que favorece o inchaço das pernas. Além disso, a partir dos 40 anos, há uma perda natural de massa muscular, o que diminui o bombeamento do retorno venoso, favorecendo, consequentemente, o edema de membros inferiores.

Como evitar o inchaço das pernas nas viagens?

Viagens prolongadas de avião podem causar inchaço dos membros inferiores e até tromboses de pequenos segmentos de veia, causados por ficar muito tempo sentado com as pernas para baixo. A meia elástica é uma forma comprovada de prevenção de trombose, principalmente em viagens acima de 8 horas. Já os comprimidos ou injeção que muitas pessoas tomam na ida e na volta destas viagens, não possuem nenhum estudo que comprove sua eficácia para evitar trombose.

Quais são as causas vasculares que podem causar edema de membros inferiores?

Afastando-se a possibilidade do edema das pernas ser causado por alterações clínicas ou medicamentosas, duas podem ser as causas vasculares desse inchaço: problemas venosos ou linfáticos.

As veias são as responsáveis pelo retorno do sangue ao coração e os linfáticos são pequenos vasos que estão intimamente localizados próximos das safenas nas pernas e que auxiliam as veias para que não ocorra inchaço dos membros inferiores.

Os edemas de causa linfática podem ocorrer com sistema venoso normal. Já os edemas relacionados com as veias, nos casos mais avançados da insuficiência venosa, já com alterações de pele até úlceras, estão sempre associados a algum grau de insuficiência linfática.

O inchaço nas pernas, quando relacionados com a insuficiência venosa, pode evoluir com manchas acastanhadas, principalmente próximas aos tornozelos. Caso a doença continue progredindo, pode levar até a formação de feridas nas pernas, as chamadas úlceras varicosas.

Para prevenção dessas complicações, o uso de medicamentos, de meia elástica e os procedimentos cirúrgicos, quando necessários, são fundamentais. Consulte seu Cirurgião Vascular ou entre em contato conosco!

Leave a Reply

Your email address will not be published.