Tabagismo e Circulação Sanguínea

Tabagismo e Circulação Sanguínea

Tabagismo: A circulação sanguínea basicamente é dividida em 2 partes: artéria e veia. As artérias são aquelas que levam o sangue do coração até as mãos e os pés, e as veias são os vasos que levam o sangue de volta ao coração. As artérias são muito importantes, porque levam o oxigênio para todas as células do organismo, sendo responsáveis pela manutenção da perfusão de todos os órgãos. Já as veias são as responsáveis por carrear o gás carbônico de volta ao coração, para que este mande aos pulmões, para que haja a troca deste gás pelo oxigênio e assim manter o ciclo de oxigenação celular.

O cigarro, como todos sabem, acarretam muitos males ao organismo. Possui a nicotina, que provoca a dependência química. Possui várias substâncias cancerígenas que podem ser responsáveis pelo surgimento desta doença em quase todos os órgãos humanos. É composto pelo monóxido de carbono, que compete com o oxigênio levado pelo sangue arterial até as células, dificultando sua oxigenação. Além disso, o cigarro é vasoconstrictor e trombogênico. Como a vasoconstrição causa a diminuição do diâmetro das artérias, ou seja, ficam mais finas, isso também dificulta a oxigenação dos órgãos. Por ser trombogênico, favorece com que o sangue coagule dentro das artérias, o que também dificulta a perfusão das células afetadas. Assim, a alteração provocada pelo cigarro nas artérias pode causar isquemia nos órgão e tecidos irrigados por elas. Se for nas carótidas, podem provocar o acidente vascular cerebral, conhecido por derrame. Se for nas coronárias, podem causar o infarto agudo do miocárdio. Se for nos membros, podem levar a gangrena e perda da extremidade.

Mas qual sua ação nas veias? Podem provocar a formação de varizes? Não! Na verdade, sua ação maior e mais temida está relacionada às alterações acima descritas nas artérias. Mas apesar de não estar relacionado com o aparecimento das varizes, pelo seu efeito trombogênico, o cigarro pode favorecer a coagulação do sangue dentro de veias profundas, mais comumente nas pernas, o que pode levar à trombose venosa profunda. Este trombo dentro destas veias pode desprender um fragmento e este pode migrar para os pulmões, o que pode causar a embolia pulmonar, uma das causas mais comuns de morte súbita. Especialmente nas mulheres que usam contraceptivos, a combinação cigarro-anticoncepcional aumenta este risco.

No Brasil, há alguns anos houve um aumento ao combate ao hábito de fumar: informações no maço de cigarros dos danos que o tabagismo pode causar, proibição de sua propaganda em várias mídias, proibição do consumo do cigarro em lugares públicos fechados. Apesar disso, o cigarro ainda continua sendo uma droga muito utilizada pelos brasileiros. Como não existe um número de cigarros de utilização diária seguro para a saúde, a única forma que existe para evitar estas complicações é a parada total do hábito de fumar!

____________________________________________________________________________________________________

Por Dr. Kleber Fabbri

Cirurgião Vascular
CRM: 73550

Especialista em Angiologia e Cirurgia Vascular aprovado pela Sociedade Brasileira de Angiologia e Cirurgia Vascular.

Leave a Reply

Please Login to comment
scriptsell.neteDataStyle - Best Wordpress Services